LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





31 de julho de 2009

DESCERRADO


Eu sonho na intemporalidade dos desejos
Suprimir todas as distâncias; em meus passos,
em teus passos, extinguir todas as dores...
Traçar um novo caminho que possa enternecer
meu coração hoje tíbio pelas intempéries de uma
vida sem entusiasmo.
Como me renovar dia-a-dia neste querer que
retido está em minha garganta, que escondido
está em meu caráter dantes ditoso?!
Eu abro os meus braços para ti, já que o meu
peito rasgado está, escancarado na tua esfera de
amplo poder, em teu carisma inaudito.
Assim contigo eu permaneço, eu sempre fico.
Não há como partir quando meus olhos vislumbram-te
e descerram-te para o meu espírito deliciado, tomado.
Sou humana criatura neste mundo vão...
Mas, meu sentimento plasmado, edificado, imanado
e contaminado de ti faz-me conhecer o paraíso.
Contudo, sou carne, sou osso, sou nervos e músculos
a correr na eternidade dos afetos, na infinidade do
teu globo. Eu quero o sincero, o franco, o aberto, o
teu sorriso mais bonito para te dizer tudo o que eu
contigo quero.
Eu sigo revelando minha fortaleza, todas as minhas
fraquezas, tudo o que vai no meu âmago conturbado...
Eu desvendo-me, eu descerro-te o meu simplório universo
para te dizer do amor que hoje cultivo em teu crédito.

Um comentário:

daufen bach. disse...

OLá Cacau,

Aqui, visitando teu blog. Lendo-te.
esse texto em prosa em magnífico, como uma carta escrita sem propositos, a nao ser o propósito da alma.

Parabéns a ti, parabéns pela tua escrita.

Um abraço a ti.

daufen bach.