LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





9 de julho de 2009

ANIMA


A paixão tem símbolos enigmáticos
que gravitam em torno do prazer...
Ser, dar, receber...
É como a esfinge que tem corpo e garras
de leoa, como quimera que é Harpia de si
mesma e tem cabeça de mulher...
É também pomba colorida pela poesia voando
no céu azulíneo do poeta sonhador...
A paixão possui aselhas, ceráceas asas que
almejam concreto crescimento interior.
É labirinto misterioso de sentimentos,
devaneios de Ìcaro... voar para a libertação!...
É como borboleta livrando-se do casulo
para aprazível porvir... aurora boreal, por de sol,
ressurgimento para a vida que há de prover.
Paixão é impulso, pulsão, instinto voltando-se
eternamente para o cosmos em singular
exultação visceral, integral, completa.
Paixão é animus versus anima desejando o
bater constante das ondas na encosta.
É fera crudelíssima no imenso mar de amar...
Paixão é essência de brisa, vontade daquele
cheiro que nos vem de longe e já é peculiar...
Paixão é o gosto do que sequer foi delibado,
É o sutil sopro decifrando indelevelmente o
que deveria ser... e o que há de vir.

Nenhum comentário: