LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





17 de julho de 2009

VIAJO-TE


Gravo-te em minhas retinas como as
folhas gravam o vento nas colinas...
Refrescante é tocar tua pele, fitar teus
olhos... Beijar-te a boca em sinfonia de
paz, em misterioso percurso de amor!...
Como não abrir meu peito ao terral
que para além alcança muitos mares?
No meu imenso oceano tu és coral de
muitas cores... curso de muitas estrelas...
luz de mar a mar!...
E eu, quero decodificar as tuas rotas,
tuas vivas letras que reavivam as minhas
quase mortas.
No meu ignorado continente eu busco
o fanal que possa guiar-me aos teus
confins sobre-humanos onde eu possa
reverenciar os teus agrados.
Por entre meus dedos, por entre meus
poros sentir-te, em teu hálito insuflar-me,
em tuas mãos perder-me, eu teu encanto
encontrar-me.
Viajo-te em sinuosidades etéreas na
infinidade de horas/saudade.
Sob a minha pena eu quero viajar-te, entre
as minhas velas, velejar-te... nas minhas
abundantes águas, banhar-te...
Ficar ao sol... Fitar o céu...
E em teu manso horizonte revelar-te!...

Nenhum comentário: