LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




2 de agosto de 2009

CORROSIVO


Degusto o vinho rascante das
horas aflitas...
O tempo corrói como álcool,
danifica como álcali.
Os tonéis tormentosos das tristezas
inebriam minha alma, embebem
meu espírito entorpecido pelas ilusões...
Em longos goles eu bebo a saudade,
encharco-me de dúvidas.
Será que a insensatez não terá fim?!
Minhas mãos ainda firmes, minhas
emoções há tempos trêmulas não
acertam meus passos, não direcionam
minha vida, não saciam meus lábios
e não me libertam o coração.
Eu provo o azedume das uvas colhidas
fora de época e macero os meus dias
no lagar das incertezas.
Meus olhos embaçados não veem
com nitidez os vinhedos da esperança,
tampouco o arado das realizações.
Meu âmago entorpecido, embriagado
e doentio não me preenche a vida monótona.
Meus campos ignotos a perder de vista
envenenam-me a taça das afeições!...

Nenhum comentário: