LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




19 de agosto de 2009

ANAMNESE


Flagro-me ainda em reminiscências,
obstinada e atroz expulso em vão
velhas lembranças que me instigam
o seio contrito.
Obsessão, castigo, já não mais sei.
Pois quando penso que te esqueci já
estou contigo... emoções à tona
num mar de tanto afeto. Querer-te
bem foi tão bom e tão incorreto!...
O pretérito abre-me as portas, dá-me
acesso a um labirinto colorido, paixão
vivida intensamente entre flores e espinhos.
Em desatinada primavera tantas quimeras
remonto hoje em teu espectro de sombra
e de silêncio.
Remendo o passado, moto-contínuo de
uma alma maculada.
No intento de retomar-te já fui romântica,
impetuosa, quão verborrágica...
No momento, saudosa, fraciono o tempo,
retalho versos e mais nada!

Nenhum comentário: