LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




19 de agosto de 2009

ARRANHA-CÉU


Daqui vejo o mundo...
Restrito parece ante minha visão,
apenas constato no finito dos meus
olhos, a bruma incerta na qual se
encerra o horizonte.
O mar que daqui parece manso
devora as pedras.
O céu está turvo, em tarde vai
se esvaindo o dia.
Ouço as buzinas, lá embaixo
estão todos apressados.
Daqui vejo o mundo e ao
mesmo tempo não vejo
sequer um palmo adiante.
Como as linhas do horizonte,
perdi-me ao pronunciar da noite.
A noite que vive em nós e
quando a sós não conseguimos
clarear, como naus nas tempestades.
A noite escura do céu, a noite das
velas a vagar.
Enfim, daqui vejo o mundo e um
mar para navegar até o infinito.

Nenhum comentário: