LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





11 de agosto de 2009

ÁUREO


No horizonte ainda rebrilha a esperança,
como um fanal de amor e paz, sã claridade...
E brilha intensa a esfera imensa abrasadora
dentro de mim, como nascente de dias
melhores, futuro bom.
Em tuas pálpebras que se abrem e fecham-se,
feito janelas onde entro e mergulho por entre
paisagens de vários tons eu poetisa sou.
Ostro belo, doce sabor, mágico toque a
transpassar a minha alma enamorada.
Como te saber sem delibar teu vinho suave,
como te decifrar sem enfrentar a tua esfinge?
E eu prossigo nisto e naquilo, ser ou não ser!...
Em uma guerra que me pacifica e liberta-me.
Em teus intrínsecos gestos, promessas sugestivas,
eu me lanço como insano desbravador.
Sigo a rota das sublimes obsessões porque
amar assim é privilégio insofismável.
Em tua aura gigante sou pequenina, perdida
nos ínfimos caminhos do orgulho tolo,
assim prossigo em aprendizado de amor e dor;
em plano terreno transcendendo o plano astral
eu quero mais e ir além de onde estou, pois
para adiante desta estrada que caminhamos,
Em tuas mãos o meu amor tarjado em ouro!...

Nenhum comentário: