LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





12 de novembro de 2009

SEARA (Cacau Loureiro)


Em vôo libertador eu pego em tuas mãos,
Somos como grãos de areia na montanha
Das promessas...
O altíssimo olha do cume as sementes que
Disseminamos, pois o chão recebe em graça,
Sequioso, os sonhos que engendramos.
Somos, entre muitos, os escolhidos na seara
Da bondade, talvez não sejamos dignos
Da responsabilidade que arcamos.
Nutrimos o entusiasmo, que é benção e
Dom supremo; rebrilha como auréola sobre
Nossas cabeças ilustradas.
Todavia, a força que vem do alto é soberana
E santíssima, está em nossa fronte como
Escudo e broquel.
Carregamos o destemor em nossos âmagos
Consagrados, não tememos o inimigo, pois
Que a fé nos abjugou...
Abjuramos os vãos sofismas, pois a eqüidade
É quem liberta, arrebenta os grilhões da
Falsa e torpe caridade.
Nossos olhos vêem as cenas tristes, nossos
Lábios calam muitos lamentos!...
Mas o impulso do Criador renova suas criaturas,
Fortalece eternos laços na seara da virtude.
Apascentamos nossos espíritos na força do
Supremo, circundando nossos chacras e
Criando novos mantras... Somos uno no
Princípio eterno, fluido batismal energizando
nossos corpos em policromas formas; em dons,
Em luz, em verdade que liberta!...

Nenhum comentário: