LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




4 de outubro de 2009

UM A SÓS


Entrego em tuas mãos
tudo o que tenho...
Como resgatar o que não
mais está em meu domínio?
Ineludível correr contra o tempo,
contra o maquinismo insensível do
dar-se por completo.
Fugir para onde, deter-me por quê,
pois se ao teu encontro
eu vou mesmo sem querer?...
O coração que palpita insistente,
o cismar que permanece e não repousa
o meu espírito aflito.
As lembranças de tudo, pois que tudo
são lembranças...
A contenda inelutável que travo em meu ser,
o querer incontrolável do sentir.
Sentir-se cativa e desgarrada,
vencedora e vencida.
O meu ser exposto à própria vida,
à tua sorte, vagueando em terras distantes,
em céus infindos.
Eu acorro em socorro de mim mesma...
Ligo o rádio...
Ouço nossas canções.
O meu coração para o teu...
Descerrado, batido, enamorado!...

Nenhum comentário: