LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




21 de outubro de 2009

CORDATO (Cacau Loureiro)


Eu desperto todas as manhãs com este querer
pulsando em minhas veias; bela música que vem
dos confins da terra e que me penetra todo o ser;
em meus ares tudo é tu...
E assim aspiro-te profundamente para liberar minhas
mágoas, para te cultivar em meu peito indelevelmente.
E ainda as flores a adornar meus rumos assim como
o teu sorriso franco, como o teu toque benéfico.
Nesta sina eu marcho com as canções dos românticos
amores, porque sem ti, meu coração é guitarra dos
lamentosos fados.
Contigo as pedras da estrada são suaves, pois que me
abres os caminhos com ternura e em tua suavidade eu
sou criança dócil, cordata.
De mãos contigo a mais bela ciranda a invadir meus
ouvidos, poros, músculos... rosas amarelas cravadas
em meu coração ligeiro, rítmicas claves a presentear-me
de sol!...
Tua canção vem de longe para acalmar meu espírito
aflito, provém das montanhas longínquas as quais
desejo alcançar... vem de ti a esperança que rejuvenesce,
também a dor que aperfeiçoa, sobretudo a paz que liberta!...

2 comentários:

Angélica Lins disse...

"...Tua canção vem de longe para acalmar meu espírito
aflito..."

Perfeita essa parte(risos...)
Na verdade gostei de tudo. Gosto imensamente de vir aqui.

Co loque o selo do vórtice aqui.Fiz para oferecer aos blogs que me emocionam, assim como o seu.

Ana Maria disse...

Tocante esse poema, parabéns pelo blog, Clàudia!!
abraço