LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




18 de abril de 2010

SALMO VIGÉSIMO (Cacau Loureiro)


Não teme os homens de má índole aquele que
colocou a sua alma nas mãos do Justíssimo.
A semente do caráter reto provém do Pai e germina
em qualquer parte em que a terra já esteja preparada,
mas onde há a cobiça dos homens, degenera.
Mão de raça alguma desloca pedra bem assentada
porque meu castelo foi construído pela Ordem Eterna,
pois aquele que permanece face a face com o Senhor
é fortaleza.
Há ainda pelo mundo os filhos que não são dignos de
rastejarem no solo em que se levanta um digno.
Cada palavra saída da boca maldizente é lavrada
na pedra, para que o frívolo não a esqueça na hora
da derradeira conta.
Para o profanador da paz alheia e das leis do alto
há a morte do espírito, há a escuridão dos “nadas”.
Para o bruto que se levanta para atingir um filho
generoso, há a escuridão dos tempos, a desertificação
da alma.
As ervas daninhas e as serpentes venenosas estão
como rede para os usurpadores e para os bajuladores,
E a estes, raca, raca, raca!
Para os malévolos virão as grandes nuvens de gafanhotos
para invadir as suas leiras e destruírem as suas mudas de
corrupção e discórdia.
Aquele que conjuga com o injusto alargará a sua praga,
e só restará a sede da assistência, contudo, é dando que
se recebe!...
Um homem sem caráter é escória que não serve sequer

para disfarçar a lama. O que possui coração ruim, fadado
está ao descaso dos seus irmãos de jornada, pois que espalha
aos quatro cantos o seu cheiro fétido, e alardeia as tribos para
o seu mal passo e assim lava os seus andrajos na água estagnada.
Lavai a boca oh homem insano! Recolhei as mãos oh estúpido!

Posto que teus olhos já caíram no lodo e perdidos estão na vasa
dos renegados.
Arranca a tua língua oh infame! Não vês que a espada já sopra

sobre os teus cabelos os ventos da justa correção?!
Não teme as sombras aquele que revestiu seu coração de luz e

de verdade.
A quem temerei oh, incrédulo?
A quem temerei oh, profano?
A quem temerei oh, iníquo?
A quem temerei oh, vergonhoso?
A quem temerei oh, execrável?
A quem temerei oh, invejoso?
A quem temerei oh, infiel?
Aquele que está sob as asas do Altíssimo a quem temerá?!

7 comentários:

Livinha disse...

Hipócritas!
Não renegueis a própria vida, germinada sob as bençãos do Senhor...

Sem amor, sem o comprometimento,
sem as dádivas estabelecidas a vontade de cada um, o mundo pastará, sofrerá sob ranger de dentes, e a própria morte de suas almas buscará...
O tempo urge, acordemos para o trabalho direcionado à Glória que nos convida.
Fortaleçamos nossos laços de união, para que a vida resplandeça antes mesmo da nova aurora que desponta.


Cacau minha querida, que doce paz que aqui emana. Que profundidade em tuas palavras, que harmonia interiorana, fixando residência em teu coração. É tudo muito lindo e dignificante.
Passo-te as palavras otimistas que deixaste lá em meu recanto em devolutiva pra ti. Como é bom saber que no mundo encontramos pessoas acordadas, despertas para caminhada como obreiros do nosso Pai amantíssimo.
Unamo-nos minha querida, espargindo das flores o aroma da vida e no canto dos pássaros o valsa na Paz estabelecida, para o nosso retorno um dia glorificado de sabedoria, aconchegados sob o manto sagrado de Jesus...

Ps:Hoje, conto com tua presença em especial no meu recanto. Falemos de amor em união na luta pelos nossos interesses em comum.

Linda semana!
Bjs
Livinha

ValériaC disse...

Que maravilha seu Salmo Cacau... não é preciso temer, nada, nem ninguém, quem esta sob o olhar e proteção do Eterno Pai... e tudo façamos pra sermos dignos de estar sob seu manto protetor...
Tenha uma semana abençoada amiga...
Beijos...

Zé Carlos disse...

Oi Cacau, eu venho te ver sempre, adoro seu Blog, te acho linda, mas não tenho comentado.

Procurei seu e-mail para te convidar para um cafezinho mas não encontrei. Passe na minha casa:

.: A Casa do Zé Carlos: http://zecarlosmanzano.blogspot.com/

Bjs do ZC

Jonathas Nascimento disse...

Cacau,

"Jovens sem nenhuma utopia
Caminham tensos pelas ruas de suas casas velhas
Sem nenhuma luz, sem nenhuma luz de Fernando Pessoa
Fechados nas sexuais telas da impotência
Se masturbam contemplando corpos em decomposição!
Morte da minha fé,
Onde estavam o beija-flor e o arco-íris
Na hora do nascimento dessas criaturas
Quantas gotas de flor restam nos corredores dos céus
De vossas bocas.
Quais fontes clamam por vossos nomes?
Eu entrando na virtuosa idade
E eles entrando em idade nenhuma.
Os filhos da morte burra
Cheiram o branco pó da anemia
Esqueceram que um dia tocaram na poesia da
Transgressão em pleno ventre de suas esquecidas mães
Esqueceram de colar o ouvido ao chão
Para ouvir as ternas batidas do coração das borboletas.
Os filhos da morte burra
Jamais levantam uma folha para conhecer o amor dos incertos
Jamais erguem taças ao luar para brindar a
Vigorosa lua
Os filhos da morte burra,
Desconhecem ou jamais ouviram falar em iluminação
Apenas abrem a boca para vomitar",

Ensaio Sobre a Cegueira (Detonautas).

Abraços,

Andre Brasil disse...

A vida é um aprendizado contínuo, pois aos 39 anos aprendi através de seu blog a admirar poesia. Essa em especial é linda. Muito obrigado por me fazer olhar a poesia de maneira diferente.André Brasil

C@urosa disse...

Olá minha querida Cacau Loureiro, que a vitória dos puros e dos justos seja breve. Muito bom!

forte abraço

C@urosa

Brunno Leal disse...

Lindissimo! Adorei!
Parabéns!