LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




3 de abril de 2010

SALMO DÉCIMO OITAVO (Cacau Loureiro)


Não teme a sombra aquele que anda à luz do Senhor!
Não há injustiça que perdure nem perseguição que
se estenda. Por isto não temamos a noite que habita o
interior dos homens e o ouro que brilha em seus dentes.
A resplandecência do altíssimo afugenta o lobo faminto
de almas e sacia a sede do justo.
A chuva da purificação está prestes a precipitar-se,
não tenhamos receio da transformação que ele exigirá
de nós. A essência dos bons foi calcada no bem e
aquele que nasceu limpo pelas águas do Pai, não
fenecerá na lama dos ímpios. Portanto, a coragem
não deverá ser maquiada, terá de ser substância
incólume que professa a gigante vitória.
O Onipotente descansa o coração do franco em seu

manto de temperança e o reveste de poder para que
edifique os seus ensinamentos.
Um humilde servo tornar-se-á maior que um profeta!
Se mantivermos nossa palavra entre os homens, o que
prometermos ao Pai será realizado com louvor.
O mundo propõe todos os dias o teu sacrifício oh,
Santíssimo, até quando permitiremos o sangue do
teu cordeiro como escambo?!
Temperemos todo o desgosto na esperança professada
pelo Mestre dos Mestres, pois que com ela devemos
caminhar abraçados e para onde o Pai apontar, sigamos.
Que possamos renascer pelas chagas do Cristo Crucificado

para amanhecermos na relva que liberta das trevas.
Não construamos grilhões junto aos homens, porque
a verdadeira aliança faremos somente com o Eterno.
O Pai nos guia mesmo quando vendados, pois que os seus

filhos ele pousa em suas mãos feito ave ferida, e cuida, e zela.
Quando surgir nos céus a redentora luz quem se ocupará
de suas ganâncias? Quem esconderá as suas vaidades?
Não nos angustiemos, esperemos com paciência no Senhor.
Homens dementes escrevem o teu Santo nome em armas
de guerra, quem poupará as suas almas?!
Homens doentes discursam sobre a tua cruz ensangüentada
e a macularam com mentiras. Os fanáticos diante da tua
verdade absoluta o que então professarão?!
Dentre os teus filhos ilegítimos há os que usurpam, os que
dividem, os que manipulam, há os que matam, até quando
abusarão da tua misericórdia?!
Oh Pai em teu incomensurável chão plantaram a semente
da injustiça, não permita que teus inocentes colham deste
fruto amargo, dizime com o teu fogo a erva perniciosa.
Levante teus anjos oh eterno, em proteção dos vulneráveis.
Que o teu exército de salvação seja incansável diante da
plêiade dos tenebrosos.
Não tememos oh Deus meu mal algum, pois que curvamos
diante de ti a nossa fronte e compreendemos a tua mensagem
porque a cura vem muitas das vezes depois da dor aguda.
Ouça nosso clamor e refrigera as nossas almas, pois sabemos

que nos ouve e confiamos no teu pendão de amor e paz e
que a Ressurreição do teu filho seja verdadeiramente a
nossa renovação. Amém.

3 comentários:

Sandra Botelho disse...

Belissimo...
Bjos achocolatados!

ValériaC disse...

Cacau...sempre tão lindos e profundos seus Salmos...
Estamos no meio de lobos, que semeiam o mal e justamente por isso, nos liguemos cada vez mais e mais fortemente ao nosso Pai Eterno e sigamos confiantes em seu amor e proteção... façamos a nossa parte em trabalhar no Bem e em nossa constante renovação.
Beijos pra ti amiga!!!

Fernando Antonio Pereira disse...

MARAVILHA!!!!!

Abraços de Luz.