LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




25 de fevereiro de 2010

COMPROMISSO (Marie T. Russel)


Às vezes, parece que a palavra compromisso é um palavrão. Qual será o medo subjacente a nos comprometermos com ações, projetos, relacionamentos? Será o medo do desconhecido... ou será que saber que tudo está mudando nos leva a acreditar que não podemos, honestamente, prometer nada, já que não sabemos o dia de amanhã... Ou será que nós nos comprometemos com coisas que não temos realmente vontade de fazer?
Na metafísica, sabemos que criamos (atraímos) nossa realidade. Assim, se nos comprometemos com algo – e se este algo é aquilo de que realmente gostamos e que queremos fazer, então conseqüentemente criaremos/atrairemos este evento ou ocorrência, com resultados positivos. O que importa é nos comprometermos apenas com as coisas que realmente nos atraem ou – como alguém me disse recentemente – com aquelas coisas que cantam para nós. Quando nos comprometemos com uma causa que significa muito para nós, o compromisso ajuda a nos levar adiante, a nós e ao projeto, com energia e vitalidade.
Então, como saber com que nos comprometermos? Quando algo ressoar em seu coração, quando cantar para você, quando o afetar profundamente, você saberá como comprometer-se de todo o coração com este algo. É importante não submeter nosso tempo e energia a coisas que não significam nada para nós, já que estas coisas esgotam nossa energia. É importante saber com clareza se a motivação para fazer algo vem do coração ou da mente... é um desejo ou uma obrigação? Se você se compromete com alguma coisa porque ela verdadeiramente o atrai, ela lhe trará prazer, saúde, satisfação e abundância. É claro que existem, às vezes, obstáculos colocados por pensamentos inconscientes. Pode ser que você tenha um roteiro inconsciente que lhe diz: "Eu não sou suficientemente bom... Toda vez que eu tento alguma coisa, não dá certo..." Estes programas subconscientes foram implantados em nosso cérebro por professores, amigos, pais e por nós mesmos. Você se lembra de ter "falhado" em alguma coisa e de ter ouvido a si mesmo dizendo: "Eu então, talvez seja esta uma das razões pelas quais as pessoas temem assumir compromissos... elas têm medo do insucesso e da decepção. Se eu não tiver expectativas, não terei decepções... Bem, isto pode ser verdade, mas, ainda assim, se você não tiver sonhos, como poderá realizar seus sonhos? Temos que dar permissão a nós mesmos para viver nossos sonhos integralmente... para realmente nos arriscarmos pelas coisas em que nosso coração verdadeiramente acredita e deseja, e para seguir as inclinações do nosso coração.
Quando ouvimos este guia interior, esta sabedoria interior, não precisamos temer os compromissos, porque estaremos nos comprometendo apenas com as coisas que cantam para nós e que são parte integrante do nosso sonho do céu na terra.
Um dos meus autores favoritos, Jack Kornfield, escreveu um livro intitulado "O Caminho do Coração". É isto que precisamos fazer. Ouvir cuidadosamente as mensagens do nosso coração, da nossa alma, da sabedoria interior, e seguir o caminho do coração.
Há o compromisso com o próprio ser, o compromisso com os outros, e o compromisso com o bem maior. Nestes nossos tempos, todos os três têm que ser levados em consideração, já que estão inevitavelmente entrelaçados. Você não pode comprometer-se com o próprio ser sem se comprometer com os outros e com o bem maior, já que todos somos parte do mesmo universo. Somos todos células do grande corpo deste Universo. Quer você nos veja como formigas vivendo no cosmo, ou como células do corpo do Divino ou, simplesmente, como atores desempenhando o papel que escolhemos, ainda assim, estamos todos conectados. O que você diz e faz afeta a todos aqueles que são tocados por suas palavras e ações e que, por sua vez, afetam outros, que afetam outros e assim por diante. A energia nunca é destruída, ela simplesmente continua a se mover, continua a ser transformada em outra percepção, outra forma, outra expressão...
A maior contribuição que podemos trazer para os desafios que existem em todas estas áreas é nossa sabedoria, nossa coragem. Sem elas, perpetuamos os problemas; com elas, podemos começar a transformar o mundo... Podemos penetrar na área da política com a integridade de cidadãos do mundo e a sabedoria de um bodhissatva, um ser comprometido com o despertar de todos. Só poderemos trazer nossa prática espiritual para as ruas, para nossas comunidades, quando virmos que cada setor é um templo, um lugar onde se pode descobrir o sagrado. Suponhamos que você passe a considerar como membros deste planeta que chamamos de Terra, temos um compromisso a assumir... Temos muitos... para com o nosso ser, para com os outros, e para com o bem maior. Cada um de nós tem um papel a desempenhar... todos diferentes. Não estamos aqui para copiar ninguém, apenas para descobrir nossa própria verdade, dentro do nosso coração. Para escutar dentro de nossa alma as palavras ditas, a orientação dada, e sentir que aquilo que ressoa é o que precisamos fazer. Este é o nosso papel, nossa peça do quebra cabeças.
O compromisso de cada um de nós é indispensável para que o desdobramento do Plano Divino... Todos nós temos um papel a desempenhar... Descubra o seu e venha joga-lo...
Ouça o seu coração... ou então, como disse nosso amigo E.T., "Acenda a luz do seu coração; deixe que ela brilhe onde quer que você for, deixe que ela seja um ardor de felicidade para o mundo inteiro ver. Acenda a luz do seu coração..." e siga esta luz, que vai iluminando seu caminho.
Marie T. Russel é editora da Revista InnerSelf (www.innerself.com) e das Páginas Amarelas do Natural (www.NaturalYellowPages.com) - Tradução Lúcia A. Maranhão

2 comentários:

ValériaC disse...

Querida Cacau... que bela escolha em postar o texto desta autora...ela fala sobre diversos pontos da mais alta importância na vida de todos nós. Somos únicos, porém fazemos parte de um Todo maior. Quando trabalhamos pelo nosso melhor, trabalhamos pelo melhor do mundo. E definitivamente...e como eu disse outro dia, precisamos ouvir o que nossa alma diz para nosso coração... a chance de acertar em nossas escolhas é sempre grande.
Beijos...

João Ricardo disse...

Olá Cacau, realmente muitos acham que a palavra compromisso é um palavrão, tenho visto muito disso, onde esta atitude tem dificultado a convivencia em grupos, mas claro que não podemos desistir, abraços e parabéns pelo seu blog é maravilhoso!