LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





6 de março de 2011

REPTO (Cacau Loureiro)


Há luzes a bailarem em derredor...

farol de ternura...

Finos laços vigorosos a amarrarem

meu indomável estro.

Ao mar a canção terna a compor-se em

meus ouvidos, a adentrar minha alma.

Onde fantasiei encantar, encantei-me.

Há uma lira singela a permear os meus

versos, há um vento matreiro a balouçar

meus cabelos.

Viração da vida a enfunar minhas velas

a um imenso oceano de apegos.

Lanço ao horizonte meu olhar, não há

limites para as rotas dos desejos!...

Aragem que aspiro pela boca e que saboreio

pelos poros... Viagem em perfumes, aromas,

buquês, olhos, paladares, lábios, papilas...

Todos os estímulos?!... Navegar em ti!...

2 comentários:

Sonhadora disse...

Minha querida

Poema e imagem feitos de ternura, lindo.

Beijinho com carinho
Sonhadora

Pra.Thaís Itaborahy disse...

Cacau, feliz dias das mulheres..

Que Deu possa te abençoar poderosamente, vindo a suprir todos os desejsos do teu coracao de acordo com a Sua vontade..

Um bjim,

Pra Thaís Itaborahy

www.palavradevidaaocoracao.blogspot.com