LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





19 de julho de 2011

ALUMIAR (Cacau Loureiro)

É lúdica manhã em meu seio pressuroso,
neblinas d’alma dissipadas em cânticos de
solares raios.
Há cor e fascínio em meu caminho, estradas
que não tem fim porque infinitos os rumos do
coração...
Há crianças e flores saltitando nas calçadas,
pois não há abandono em almas aquecidas...
Empresta-me um sorriso que eu te dou um
arco-íris, uma canção de paz, minhas mãos
de amigo.
Ah! Eu brinco de primavera em alvoradas
de friorento solstício porque um louvor de
apego ecoou em meu frágil peito; revoada
de pássaros em meu orbe estático alumiada
por teu rosto cândido.
Há sons que só um coração menino ouve,
há línguas que só um coração sincero traduz...
Sutileza e luz despertaram minha alma...
Encanto!...

Um comentário:

C@urosa disse...

"A amizade consegue ser tão complexa...
Deixa uns desanimados, outros bem felizes...
É a alimentação dos fracos
É o reino dos fortes

Faz-nos cometer erros
Os fracos deixam se ir abaixo
Os fortes erguem sempre a cabeça
os assim assim assumem-os

Sem pensar conquistamos
O mundo geral
e construimos o nosso pequeno lugar
deixando brilhar cada estrelinha

Estrelinhas...
Doces, sensiveis, frias, ternurentas...
Mas sempre presentes em qualquer parte
Os donos da Amizade..."

forte abraço

C@urosa