LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




7 de julho de 2011

ÁDVENA (Cacau Loureiro)

Através de portas e janelas recolho-me em
minha fria cela...
Como descobrir a que mundo pertence
outros seres que como eu, por meio de seus
vãos interiores, as suas vidas descerram?
Eu quero para mim o que para ti queres...
Não há meio termo quando abraçamos a renúncia
do não, as causas que não nos elevam...
Quando me desconheço não reconheço o
que comigo segue, como mostrar caminhos
se não sabes que caminho segues?
Ao contrário do que se professa, o egoísmo
rasteja silencioso... feito serpente espreita,
feito cicuta envenena.
Estrangeiro sou nas terras do inconcebível,
nas raias dos temerosos...
Exponho minhas armas, abro o peito à franca
luta, no embate a que me entrego eu prefiro
as bestas-feras.

2 comentários:

Mila Lopes disse...

Um belo texto, lindo post.
Bjs

Valdir Bressane disse...

A poesia, a arte sagrada, vários tentam fazer da poesia uma parte de suas vidas, mas você consegue fazer com ela tenha vida e sentimentos próprios. Parabéns, poetisa! Lindos textos!