LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




30 de junho de 2010

OUTONO MORTO (Cacau Loureiro)


Nestas horas que alongo os meus dias frios
eu aqueço o esquecimento...
O vento passa gélido e veloz através das
folhagens de um outono morto num beijo de

morte em futuro fruto maturado em vão.
As mórbidas estações fendem o destino das almas,
alteram as rotas das marés e os rumos dos trilhos.
O sol que sempre brilhara no fim da estrada,
apagou-se; não há apogeu para sentimentos parcos,

para os frágeis laços tecidos em indiferença.
Vestígios de belos gestos dissolveram-se na areia
movediça das insanidades, sucumbiram ante as
águas fartas dos extraviados amores.
Faltou dizer, faltou fazer, faltou sentir, faltou saber,
faltou olhar e perceber que um seio egoísta adoece e

morre...
Há partículas de homens suspensas no vento, num
tempo que lhes despiu do amor em um mundo perdido
em outono morto!...

9 comentários:

Leonardo B. disse...

[ainda que existe na morte das estações o indicio da própria vida; renascida de dentro da palavra, orgânico desejo do vento que nos sustém]

um imenso abraço,

Leonardo B.

Jacson Faller disse...

Coincidência? Saudações, J. Faller.

Angélica Lins disse...

Agradeço-te por tão belas palavras AQUI e em meu VÓRTICE.

Tens uma ternura única!
Beijo

JORGE ALVES disse...

POETA VERDADE,

Suas palavras são construidas de forma a emocionar e faz refletir sobre o nosso tmpo.

Visitar seu Blog é estar em uma fonte de beleza.

Parabéns,
Jorge Alves

ValeriaC disse...

Cacau...flor de todas as estações...
lindo seu poema...
Triste ver um sentimento se perder no vazio do tempo, das palavras não ditas, dos sentimentos mal expressos... fica a morbidez e o amargor do que restou...sem o amor.

Doce dia pra ti amiga!
Beijos...
Valéria

ALİ EKBER ÇELİK disse...

Oi querida claudia
grande
palavras

meus instantes e momentos disse...

"....um mundo perdido de um outono morto. "
bonito isso.
que bom voltar aqui.,
tenha um ótimo final de semana.
Maurizio

Caminhos Poéticos disse...

Os maiores pensadores são as pessoas que passam seu maior tempo presos à duvidas e à tristezas, porém são as pessoas mas felizes que já vi.

Bruno Plagiato

Uma semana de paz e muita poesia.
Beijos...........M@ria

Regina Artes disse...

Oi Cláudia, seus poemas são deliciosos e encantadores, seu blog me prendeu, difícil sair, voltarei sempre!!!

reginadecoupage.blogspot.com

Beijo!!!