LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




27 de setembro de 2013

ESTRIBILHO (Cacau Loureiro)


            















É o vento que ritma o meu relógio...

Não sei parar o pensamento, e pairo

nesta tarde fria que faz cair a noite

sobre mim...

Quero extrair poesia onde não há

estrofes e nem melodias; quero trazer

de volta a aurora que me tornou poetisa

e criou meus versos mais bonitos.

Quero prorromper em paz no fogo

que me consome, no burburinho

que não me desperta; quero ser o

sopro e a corda dos acordes que

habitam minha alma em diapasão.

Guerra e paz, sombra e luz,

frio e quente, amaro e mel,

águas mortas, águas vivas em

estribilho de mistificação.

Quero tocar em meu peito as canções

dos ventos que varreram os meus

caminhos como el niño de solidão!...

Nenhum comentário: