LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




20 de julho de 2010

ASCA ( Cacau Loureiro)

Com a alma em prantos eu vou revendo a História...
Esqueléticos homens diante de espíritos incultos
curvam suas frontes, arquejam seus ombros
avançam para os campos sem volta.
Quem mais lavará as mãos?!
Na extensão da arena seguem a implorar pais,
amigos, mães, irmãos... até quando?!
Fumaça, cheiros, gemidos, a verdadeira bomba “H”
explodiu mais que terras, quarteis, estradas, ela
explodiu corações.
A humanidade segue incontinente como símbolo
da destruição e o seu tempo parou nas valas das
transformações inglórias, nas minas que não lhe
erguem tesouros, nas trincheiras que lhes rebaixaram
soldados, nas balas que lhes silenciaram os rebentos.
Quando o homem fará sua própria ressurreição,
emergirá dos escombros de sua podre ambição!?
Imagens passam velozes no vórtice do tempo,
homem caos, cães ferozes, algozes das etnias,
ases suicidas indomáveis, camicazes da mutilação.
Adeptos da falsa moeda, judas e vendilhões nos
templos ensanguentados do solo das religiões.
Mortíferos vagões instituindo com covardia a
nova ordem mundial das nações.
Cartas que nunca chegaram, outras tantas que
jamais foram lidas; castas, classes, segregação
levantadas como estandartes, insígnias de poder
e maldição.
Diferentes homens de indiferentes olhares, oh
Pai, o que será libertação?!
Corpos sobrepostos... bandeiras, rações, partidos,
morada de lobos guardiões, cova eterna dos lamentos.

Às águas passam sob moinhos, ainda há a chuva ácida
que não me lava o rosto, mas que me deforma a alma.
Toda noite abro o livro... que História contarei para
os meus filhos?!...
Gazes mortais, aviões, tanques, fogo de calcinações...
Dante, Dante, o teu inferno há muito está sob os céus!...

2 comentários:

Brasil Desnudo disse...

Olá Cacau, minha mais nova Amiga!!
Passei para te desejar um feliz dia do Amigo(a), com todo carinho e muita Paz em seu coração.
Agora quanto ao post, Vixê!!
Você foi fundo na História.. E que História!
Há algumas semanas, enviei um breve comentário sobre uma dúvida, que uma seguidora abordou sobre um matéria minha postada, uma música, Hotel Califónia, talvez conheça, mas se não, passe no Blog e ouça.
Mas comentei o fato, onde abordei o assunto, onde acabei levantando a questão da Guerra do Vietinã. Aí chego aki, dou de cara peimeiro com a linda forma com que vc abordou, com idignação, mas também, com clareza de sentimentos.
Mas no final, onde vc posta o vídeo, demonstrando a irracionalidade do Ser Humano em persistir com toda essa loucura.
Pronto!! Fechou a matéria de uma forma exemplar...
Mais uma vez, meus parabéns pelo lindo e polido comtário..

Um linda noite pra Ti CACAU

Bjs

MARCIO RJ

Poeta del Cielo disse...

triste realidade mas que e uma puara verdade mais que esta na gente tentar que aquelo mude seja un pouco melhor con nossas acciones do bem...

felicidades

linda semana
abracos