LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




23 de maio de 2010

SALMO VIGÉSIMO TERCEIRO (Cacau Loureiro)


Para onde vão oh homens de mil faces?
Não vedes que todos já vos reconhecem?
Não há montanha que esconda as vossas impiedades,
não há mar que lave vossas injustiças!
Por que ainda caminham rentes às sombras, conquanto
sabemos que somente a luz liberta?
Por todos os lados há as fileiras dos bons e dos maus
lutando pelo e contra o poder que oprime, contudo, a
verdadeira libertação pertence àquele que emana toda
verdade.
Há os contendores e os defensores de falácias vazias,
dominadores de homens e escravos em suas próprias
celas de execrações.
Há os que usam do ferro para manejarem o gado rude,
mas, possuem as correntes que manietam seus próprios
pés e mãos e lhes obstrui o divino entendimento.
O Senhor dos Céus não criou escravos, não criou homens
senhores de homens, originou a criatura humana para
a felicidade plena.
Ouvirão oh, ambiciosos os chicotes ressoarem em toda parte,
verão a impiedade do vagão da vida estraçalhar-lhes os ossos,
sentirão o cheiro da morte em cada esquina que cruzarem até
cessarem com suas trilhas de destruição.
A água da purificação está nos olhos da criança que chora, está
na saliva doce do ancião que espera a permissão da palavra.
Oh, homens vós todos aborrecem a divindade com seus
discursos pomposos e suas posturas omissas.
Todo aquele que assiste ao espetáculo e se cala será chamado
a presença do Altíssimo e terá de dar contas as responsabilidades
assumidas, as improbidades praticadas.
Até quando pensarão que o Grandioso desvia os olhos de vós?
Ele não adormece para as suas criaturas, eternamente vela
por seus filhos seja na ceifeira da vida seja na seara da morte.
O Grande Pai atesta as abominações dos tolos, e Ele sabe quem
são os lobos famintos, ele tem ciência dos gafanhotos que
proliferam a fome e a miséria.
Em suas provisões o Santíssimo repousa a salvação para quem
queira apresentar-se, o pão eterno só comerá aquele que purificar
as suas chagas.
Tudo o que puseste no mundo oh raça indigna é coisa efêmera,
por que matas e enganas pelo que não possuis?
Há dois mil anos o maior dos estandartes foi elevado no
Gólgota para que a sua santidade fosse espalhada eternamente
pelos ventos que até hoje sopram insistentes na fronte dos homens,
quando aplacarão todo o martírio pela real conversão?
Quando a voz do Salvador, que ainda ecoa através dos séculos,
falará aos vossos corações?!

5 comentários:

meus instantes e momentos disse...

que bom voltar aqui.
Tenha uma ótima semana
Maurizio

Jortas disse...

é bem verdade o que aqui deixaste escrito, mas o mundo parece não ouvir .
é preciso falar ao coração, pois os ouvidos humanos estão entupidos de soberba e vil cobiça.
Boa semana!

Graça Pereira disse...

Texto lindissimo...um convit a repensar a vida...urgentemente!
Gostei!
beijo
Graça

ValériaC disse...

Cacau minha flor, texto forte, que nos leva a refletir sobre nossas posturas diante da vida. Pois bem sabemos que não é suficiente somente não fazermos o mal,mas que seremos cobrados pelo Bem que deixarmos de fazer.
Beijos amiga!
Valéria

Bloguinho da Zizi disse...

Cacau
pelo carinho que vc dedica ao bloguinho, tem um selinho pra vc lá.
beijo