LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





7 de junho de 2010

PRÍSTINO (Cacau Loureiro)


A noite desce fria sobre corpos nus
desmistificados, há um frio contínuo a
percorrer a espinha...
Já se passaram os dias de frissons, as
tardes tecidas apuradamente a quatro
mãos cálidas e lábios intumescidos.
A força fêmea que nos unia ao mais forte
amor estancou-se, desfigurou-se anômala.
Olhos injetados no moto-perpétuo não
mais trazem de volta o encantamento.
Não se ouve mais os carrilhões do futuro
ditando o compasso das alegrias, o balbuciar
das promessas silenciou na dobra do tempo.
Todos os decursos a romperem monótonos em
manhãs estáticas, todos os ocasos a estenderem-se
mórbidos em indiferentes amanhãs...
Hoje, o vigor que vem de dentro é arrancado
à fórceps num parto doloroso onde nasço
provecto todos os dias...

5 comentários:

Claudinha Monteiro disse...

lindo, Cacau! Mostra amadurecimento e senso de perspeciva, o seu olhar lírico tb é ácido, voraz. Bonito mesmo...

Graça Pereira disse...

O olhar ...ás vezes acompanha tempos de calmaria...outras, perde-se na voragem de tempestades...Mas a vida é maior que todas estas certezas e o olhar, infinitamente maior que todas as coisas do mundo!
Beijo
Graça

Caminhos Poéticos disse...

lindíssimo seu texto ...PArabéns!
Beijos...M@ria

pega ai! disse...

Cada palavra toca lá no fundo do coração, me fazendo ler cada linha com a ansiedade de que não chegue ao fim. Parabéns, bjs

Joop Zand disse...

Hello Claudia

Its a very nice picture,
I like it very much.... you're blog is fantastic.

greetings, Joop ( Hollanda )

http://jfotograaf.blogspot.com