LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




15 de outubro de 2013

ALQUIMISTA (Cacau Loureiro)
















Não recrimines o meu jeito de ser, tu

não entenderias as razões...

Mas, não peço para ti entendimento,

compreensão, apenas desejo estes

pequenos momentos de ilusão...

... tua voz, a leve lembrança do teu

rosto. Queria eu poder sentir todo este 

gosto... tão mágico, misterioso, secreto.

Já te disse de toda esta comoção que 

me apossa o espírito, o coração.

Aguardo a hora certa da descoberta,

mas, o momento agora é do experimento.

Contudo, não me julgues a emoção, não

dilaceres os alicerces de minha invenção.

Formulo, busco, provo, crio...

Nesta alquimia que transcende o meu corpo,

também, o meu espírito, transformo-me em fogo,

em sangue, em aço, e em lágrimas desfaço-me.

Não quero compaixão, meus sentimentos são o

resultado da formula de amores, ódios, paixões.

Eu insisto, eu quero meu experimento, intenso,

denso, vivo, eu quero alcançar o meu objetivo:

mistificar-te em minhas andanças, caminhos.

Quiçá, encontrarei o quinto elemento que te

transformaria em água, terra, fogo e ouro,

na alquimia do meu abraço caloroso.

Um comentário:

JORDAS disse...

Adoro esse abraço que paradoxalmente transforma a água em fogo e em ouro de alquimista da palavra. Muito bom!