LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





7 de dezembro de 2010

DEVORA-ME (Cacau Loureiro)

Ah! Esta saudade devora-me e
implora-te a toda hora.
Ouvir-te sorrir tão longe é cruel,
mas, saber-te feliz é minha doce
alegria... então sorrio, sorrias.
Esta dor singular, saudade terna,
leva-te o beijo leve que te dou.

Abro-te o meu coração... quero
ir mais além do que pegar em
tuas mãos. Roçar em ti, deixar
meus lábios colarem nos teus...
Calor, carinho, encostar teu
peito nu no meu.

Minha alma, meu coração na
brisa ao teu encontro vão...
Paixão, devoção... ânsia, desejo,
tesão, total união.
Em meu caminho tu és luz, és clarão.

Na penumbra em que vivo a ti
vislumbro, quero sim, quero ir
ao teu encontro, pois que és
encanto nesta contenda, nesta
bravura que é te possuir.

Busco esta fresta, feixe de luzes
em ti, pois que em mim abro esta
brecha... Nada te peço, mas, não me
impeças a sedução.

Entrego-te toda a vontade, força
indômita, flor, flerte, deleite, tal
castidade... todo o meu ser, toda
a fúria, o meu próprio coração.
Devora-me!!!

5 comentários:

Vampira Dea disse...

Bem intenso, dá pra sentir e a música de Djavan é uma delicia

ALİ EKBER ÇELİK disse...

belo poesia
belo fotos...

Maria Rita disse...

"...quero
ir mais além do que pegar em
tuas mãos. Roçar em ti, deixar
meus lábios colarem nos teus...
Calor, carinho, encostar teu
peito nu no meu."

Hoje acordei assim...com uma saudade devoradora de tudo e muito mais.
Você descreveu de forma exata!

Beijos pra Ti

Marcelo Novaes disse...

Cláudia,


Bom..., o pedido deve ter sido aceito...



;)




Um beijo.

ARFERLANDIA disse...

Quem assim escreve poesia
Já é dotada de grande motivação
está inscrita nas palavras
na forção de quem as cria.
Daí que insisto em dizer
sem pressão ou mordomia
Que gostei muito de ler
de tal jeito amiga Claudia
que voltareioutro dia.

ARFER