LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





2 de fevereiro de 2012

REVELAR (Cacau Loureiro)

As flores do teu caminho permanecem em mim...

Pois que não há nada que me faça confluir

à inspiração senão pelo que vem de ti.

Entorno pérolas aos teus pés porque sei
que há raridade em tua existência, vida

que é bem-vinda em mim.
Não há palavras quando o meu silêncio é

comoção de sentimentos, poema que não

descreve rimas, mas, traduz tuas benesses

em ternas orações, em dileções e preces.

O mundo é um privilégio, sortilégio é encontrar-te

e ter-te em íntimo trato... entrelaçadas mãos

de maior afeto, benfazejo toque.

Enigmas vários há neste universo, perguntas

sem respostas, segredos da Criação.

A Mãe Excelsa e a terra fértil te bendigam!...

Em teus olhos, em tuas mãos, em teu abraço,

não há incógnitas para maior e generoso amor...

Um comentário:

Corpo-Alma disse...

Olá Cacau vim ve-la e deparei-me com esse admirável poema, que bem se nota são versos saidos do coração e abençoados por uma alma pazeada pelo mais sublime dos sentimentos "o amor". Parabéns poeta encontou-me "Revelar".