LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"À força de tanto ler e imaginar, fui me distanciando da realidade ao ponto de já não poder distinguir em que dimensão vivo" (Dom Quixote)

Seguidores

REFLEXÃO

“Seja qual for o país, capitalista ou socialista, o homem foi em todo o lado arrasado pela tecnologia, alienado do seu próprio trabalho, feito prisioneiro, forçado a um estado de estupidez.” (Simone de Beauvoir)





20 de setembro de 2010

GAIA (Cacau Loureiro)

Fugidios traços na escuridão escoam
por entre os dedos do tempo, por meio
das sarjetas da distância, em meio ao mar
das humanas tolices...
Se conseguisses olhar-me como um
dia eu te olhei, as vertentes do destino
teriam convergido para o centro das
almas elevadas, para o cerne do amor
sem fronteiras...
Mas para alguns é preciso que haja os
dedos que apontam a direção para seus pés,
como cegos no castelo da vida, como mortos
no cemitério dos homens.
Eu escolhi a luz que jorra sobre a cabeça dos
que acreditam na existência transformada,
que diz não aos indiferentes teleguiados, que
dá um basta aos estáticos de espírito.
O meu caminho é um rio longo, eu sei, doravante
só desaguo no mar das essências generosas...

3 comentários:

Andre Brasil disse...

Cláudia sua inteligência e seu dom para escrever surpreendem.Foi buscar na mitologia grega esse hein! PARABÉNS. André Brasil

Andre Brasil disse...

Cláudia sua inteligência e seu dom para escrever surpreendem.Foi buscar na mitologia grega esse hein! PARABÉNS. André Brasil

orvalho do ceu disse...

Olá,querida Cláudia
Tenha uma SURPREENDENTE E MARAVILHOSA primavera!!!
Excelente Domingo!!!
Hoje ofereci a VOCÊ uma música especial... por seguir-me.
Abraços fraternais