LÍRICOS OLHARES

LÍRICOS OLHARES

PENSAMENTO DO DIA

"O que verdadeiramente somos é aquilo que o impossível cria em nós." (Clarice Lispector)

Seguidores

REFLEXÃO

"Por mais que se mantêm em consideração as circunstâncias do tempo, do lugar, do gênio do povo, dos seus conhecimentos, de suas inclinações, falham os cálculos, desmoronam-se os edifícios, inutilizam-se os trabalhos e só se colhe o conhecimento de que não se acertou e que o coração do homem é um abismo insondável, e um mistério que se não pode entender". (Frei Caneca)




5 de abril de 2013

ETERNAL (Cacau Loureiro)


Desejo estar em teu coração como

tu estás no meu...

Por todas as lágrimas que choramos,

por todo o tempo que esperamos o

amor não foi acaso.

Em tua primavera eu descobri o

sentido real das flores... as rosas

que hoje te dou cultivadas foram

desde o primeiro olhar, banhadas

foram na tua suavidade e delineadas

foram no teu frescor outonal.

Pura seda é a tua pele onde eu

deito os meus anseios todos e a

cada beijo teu dás-me mais um sonho

para sonhar...

E eu desenho o teu corpo em minhas

mãos para moldá-lo a minha retina

para que eu te esqueça jamais porque

quero ser sempre para ti a aurora clara

e nova, a doce estrela da manhã que

inaugura todos os afetos.

E eu te sondo em meus movimentos, e

eu te perscruto em minhas pálpebras,

e eu me apreendo em teu sabor legítimo.

E quero estar incansável em teus cetins,

envolta nos filós dos teus apegos pois

que em teu beijo eu ensejo a eternidade!...

4 de abril de 2013

AUSO (Cacau Loureiro)

Os ventos mudam de direção...
Há um mundo novo que varrerá o antigo
e renovará o que imóvel permanecer.
Não mais há tempo para os corações
fechados, não mais tempo há para os
seres ineptos...
As flores belas da criação grassam sobre as
pedras da ignorância, e crescem vívidas, e
fortes elas crescem para professarem
a revolução dos humildes onde os rebaixados
levantam suas frontes para avistarem o
grande mar da vida... Amor!...
Não mais ásperos discursos conterão a essência
do divino que está em cada um de nós, pois que
salvação é a sagração do verbo maior em toda
sua plenitude.
E os cravos exalam o aroma das estações mais
leves, pois que a espada não mais cortará o
legitimado grito da liberdade no pesado metal
dos preconceitos.
Amar por inteiro, eis a maior coragem que
desafia os caminhos da revoluta Humanidade!